FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Rubeola e Sindrome da Rubeola Congenita" obteve 36 resultados.

Página:  de 4

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...Rubéola é todo paciente que apresente febre e exantema maculopapular, acompanhado de linfadenopatia retroauricular, occipital e cervical, independente da idade e situação vacinal, ou todo individuo suspeito com historia de viagem ao exterior nos últimos 30 dias ou de contato, no mesmo periodo, com alguém que viajou ao exterior. Confirmado · Laboratorial - Quando a interpretação dos result......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...HIV, hepatite B, enterovírus, dentre outras. Tratamento Não há tratamento especifico. Características Epidemiológicas Antes da introdução da vacina nos programas de imunização, ocorriam surtos de Rubéola a cada 3 – 6 anos, com consequente aumento no numero de casos da SRC nesses períodos. No Brasil, a vacina tríplice viral (Rubéola, Sarampo e caxumba) foi implantada de forma gradativa, t......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Síndrome da Rubéola Congênita

...eto Recém-nascido Malformação Seqüela Rubéola Aborto Baixo peso, hepatoesplenomegalia, osteíte, púrpura Cardiopatia, microcefalia, catarata Surdez, retardo mental, diabete, autismo, cegueira, degeneração do SNC Citomegalovírus - Anemia, trombocitopenia, hepatoesplenomegalia, icterícia, encefalite Microcefalia, microftalmia, retinopatia Surdez, retardo psi......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

V

...e de crises. t Clomipramina: pode resultar no aumento da toxicidade pela clomipramina. Monitorar as concentrações plasmáticas de clomipramina para evitar sobredose. t Colestiramina: pode resultar na redução das concentrações plasmáticas de valproato. Se o uso concomitante for necessário, administrar a colestiramina no mínimo 3 horas após o valproato. Monitorar o paciente para a efetividade do va......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Doenças exantemáticas na infância

... seguintes. Febre Macular ou Febre Maculosa das Montanhas Rochosas 1. Período de incubação: 3 a 14 dias. 2. Sazonalidade: em países temperados entre abril e setembro. 3. Epidemiologia: transmissão a partir do carrapato (gênero Amblyomma). Pessoas com exposição ocupacional ou recreacional ao vetor têm risco aumentado de adquirir a doença. Tem ampla distribuição nos EUA, oco......

Ver Índice

01/02/2010

Revisões

Icterícia

...m ao fígado e, na síndrome de Rotor, a principal diferença é a ausência deste pigmento marrom. 2. Gravidez Algumas mulheres desenvolvem colestase no último trimestre da gravidez. 3. Drogas. Carotenemia Não é icterícia. Consiste na deposição do pigmento betacaroteno na pele, particularmente nas palmas das mãos, na esclera e nas membranas mucosas. TRATAMENTO O tratamento da......

Ver Índice

08/03/2012

Revisões Internacionais

Sarampo, caxumba, rubéola, parvovírus, poxvírus – Martin S. Hirsch, MD

...Prevenção A prevenção da varíola consiste na adoção de medidas de controle da infecção e uso de vacinas contendo o vírus da vacínia vivo.61-63 A origem exata do vírus da vacínia é obscura porque o vírus não possui hospedeiros naturais conhecidos. Entretanto, a vacínia é utilizada há muito tempo como fonte de vacinas contra a varíola. Embora jamais tenha sido medida a duração do benefício proporc......

Ver Índice

04/10/2016

Revisões Internacionais

Distúrbios Leucocitários Não Malignos

...adoras adquiridas somaticamente no receptor c-kit (mais frequentemente o D816V) estão associadas às formas cutânea e sistêmica da doença. As descobertas cutâneas incluem urticária pigmentosa, uma erupção cutânea maculopapular prurítica que é exacerbada por mudanças na temperatura ou por outros estressores, e o sinal de Darier – desenvolvimento de urticária e de eritema dentro de alguns minutos dep......

Ver Índice

31/05/2009

Biblioteca Livre

Rubéola

...alidade, atingindo também adolescentes e adultos. OBJETIVOS DA VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA Identificar precocemente a circulação do vírus nas populações, visando a adoção das medidas de controle pertinentes (imunização), com o propósito de evitar a ocorrência de novos casos de síndrome da rubéola congênita. NOTIFICAÇÃO Doença de notificação compulsória e de investigação obrigatória. DE......

Ver Índice

30/10/2012

Revisões

toxoplasmose

...ante um ano. Tabela 1: Tratamento da toxoplasmose Causas Tratamento Toxoplasmose ganglionar Sulfadiazina 1 g 6/6h + pirimetamina 25 mg 24/24h + ácido folínico 10 mg Toxoplasmose ocular Sulfadiazina 1 g 6/6h + pirimetamina 25 mg 24/24h + ácido folínico 10 mg + prednisona 1 mg/kg/dia Toxoplasmose em gestantes (não confirmado) Espiramicina 1 g 8/8h Toxopl......

Ver Índice

Página:  de 4

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.