FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Anfotericina b Convencional" obteve 32 resultados.

Página:  de 4

04/06/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Anfotericina B (CONVENCIONAL)

...0 mg por metro quadrado de superfície corporal por dia. CUIDADOS ESPECIAIS Risco na Gravidez Risco B: Não há estudos adequados em mulheres (em experimentos animais não foram demonstrados riscos). Amamentação Não se sabe se é excretado no leite; pelo risco potencial de efeitos adversos na criança, não amamentar. Não Usar o Produto Hipersensibilidade à droga. Avaliar Riscos X Ben......

Ver Índice

04/12/2014

Remédios

Anfotericina B (CONVENCIONAL)

...piratórios. DERMATOLÓGICO: erupção cutânea; dor no local da injeção. GENITURINÁRIO: função renal anormal; diminuição da densidade da urina; acidose tubular renal; pedra nos rins. GASTRINTESTINAL: falta de apetite; náusea; vômito; má digestão; diarreia; dor no estômago; cólica; azia. HEMATOLÓGICO: anemia. METABÓLICO: perda de peso; diminuição de potássio no sangue. SISTEMA NERVOSO CENTRAL: do......

Ver Índice

02/02/2010

5 Antiinfectantes

Anfotericina B

... ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES4-6 • Pico de concentração plasmática: 1 hora. • Excreção: renal (40%). • Meia-vida de eliminação bifásica: 15 a 48 horas (inicial) e 15 dias (terminal). EFEITOS ADVERSOS1,2,4-6,217 • Anemia. • Hipocalemia, hipomagnesemia. • Cansaço, fraqueza, dor generalizada, parestesias, cãibras. • Febre, calafrios,......

Ver Índice

02/02/2010

5 Antiinfectantes

Antifúngicos sistêmicos

...eo-hifomicose e pseudoalescheríase. É eficaz em tratamento e prevenção de recorrência de histoplasmose em pacientes imunocomprometidos, sendo alternativa mais prática e menos tóxica do que anfotericina B. Em histoplasmose disseminada grave, a tendência é iniciar o tratamento com anfotericina B, passando para itraconazol após melhora das condições do paciente. Geralmente é bem tolerado, sendo refer......

Ver Índice

04/12/2014

Remédios

Anfotericina B (COMPLEXO LIPÍDICO)

...tilizar filtro de linha. Se necessário, lavar o cateter com Glicose 5% antes da infusão. Uso injetável – Doses • doses em termos de anfotericina B. • uso apenas por equipes treinadas. Adultos e crianças aspergilose; candidíase disseminada; criptococose: 5 mg/kg de peso por dia. Cuidados especiais Risco na gravidez B (ver classificação página 8) Amamentação não se sabe se é......

Ver Índice

04/06/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Anfotericina B (COMPLEXO LIPÍDICO)

...(derivado)]. PARA QUE SERVE Aspergilose, candidíase disseminada, criptococose (pacientes que não podem receber a anfotericina B convencional devido a diminuição da função renal ou a reações tóxicas) (pacientes em que a anfotericina B convencional falhou). COMO AGE Na parede celular do fungo liga-se a esteróis e altera a permeabilidade da parede celular (os componentes intracelulares extr......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

A

...ceder uma semana nos casos de lesões inflamatórias não infectadas em lábios e região perioral. t Para minimizar a possibilidade de absorção sistêmica significativa em tratamento prolongado, deve-se interromper o tratamento periodicamente, aplicar pequenas quantidades do creme ou tratar uma área do corpo por vez. t Em casos mais graves pode ser necessária a oclusão da lesão. Aspectos farmacocin......

Ver Índice

04/06/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Anfotericina B (COMPLEXO COM COLESTERIL SULFATO)

...OUTRAS CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES • Não usar o produto para tratar formas comuns de doença fúngica. • Para minorar as reações adversas ocasionadas pelo produto, administrar anti-histamínicos e antieméticos, ácido acetilsalicílico e antipiréticos (paracetamol). • A administração das doses iniciais deve ser feita sob observação clínica cuidadosa, pois as reações agudas (ex.: febre, ......

Ver Índice

05/12/2011

Remédios

Anfotericina B (COMPLEXO COM COLESTERIL SULFATO)

... Estabilidade após reconstituição: refrigeração (2°-8°C): 24 horas, protegido da luz. Diluição • Diluente: Glicose 5%. • Volume: para se obter uma concentração de aproximadamente 0,6 mg/mL. • ATENÇÃO: utilizar apenas Glicose 5%. Soluções contendo cloreto de sódio, eletrólitos ou agentes bacteriostáticos podem causar a precipitação do produto. • Estabilidade após diluição......

Ver Índice

04/12/2014

Remédios

Anfotericina B (LIPOSSOMAL)

...do transfusão de leucócitos (a infusão com anfotericina B deve ser dada o mais longe possível da transfusão citada). Reações mais comuns (ocorrem em pelo menos 10% dos pacientes): Cardiovascular: dor no peito; aumento dos batimentos do coração; pressão baixa; pressão alta; inchaço; vermelhidão. Dermatológico: coceira; erupção na pele; suores. Gastrintestinal: náusea; vômito; diarreia; dor a......

Ver Índice

Página:  de 4

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.