FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Caso 14" obteve 2518 resultados.

Página:  de 252

27/01/2015

Casos Clínicos

Caso Clínico – Qual o diagnóstico hematológico deste caso?

...gulação intravascular disseminada (CIVD) é um processo sistêmico com o potencial para causar trombose e hemorragia. Normalmente é um diagnóstico visto em cerca de 1% das internações em hospitais terciários. Normalmente podem existir casos de CIVD aguda ou crônica (ver Tabela 1). A CIVD aguda (descompensada) pode desenvolver-se quando o sangue é exposto a grandes quantidades de fator tecidual (ou......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...te Etiológico Vírus RNA, gênero Rubivirus, familia Togaviridae. Reservatório O homem. Modo de Transmissão A infeccao é adquirida por via intrauterina (transmissão vertical). Período de Incubação Não há periodo definido. Período de Transmissibilidade Lactentes com SRC podem eliminar o vírus através das secreções nasofaríngeas, sangue, urina e fezes, por até 1 ano após o nascime......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...ue, urina e fezes, por até 1 ano após o nascimento. Diagnóstico Clínico, epidemiológico e laboratorial. O feto infectado é capaz de produzir anticorpos específicos da classe IgM e IgG para Rubéola, antes mesmo do nascimento. A presença de anticorpos IgM específicos para Rubéola no sangue do recém-nascido e evidencia de infeccao congênita, haja vista que esse tipo de imunoglobulina não ultrapa......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sarampo

...infecção primária, os anticorpos IgM e IgG anti-sarampo podem ser detectados no sangue nos primeiros dias após o início do exantema. O IgM pode permanecer elevado por 4 a 6 semanas após o aparecimento do exantema, enquanto o IgG pode ser detectado por toda a vida, após a infecção. Para a detecção desses anticorpos, nos indivíduos vacinados ou que tiveram a doença, utiliza-se a técnica de ensaio im......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

... reações, 10/10 mil, é de hipersensibilidade do tipo III. A evolução é boa e a maioria dos pacientes não necessita internação hospitalar. Soros Soro Heterólogo O soro heterólogo é uma solução concentrada e purificada de anticorpos, preparada em eqüídeos imunizados contra o vírus da raiva. Deve ser conservado em geladeira, entre +2º a +8ºC, observando o prazo de validade do fabricante. A dos......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

...l o que apresentar qualquer uma das seguintes situações: • municípios contíguos aos de casos humanos; • municípios que fazem parte do mesmo eixo rodoviário dos casos humanos; • municípios com fluxo migratório intenso. A confirmação do exame parasitológico é obrigatória apenas nas áreas sem casos humanos. Vigilância e controle em áreas sem casos autóctones de leishmanio......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Hanseníase

...ias, náuseas (estado toxêmico) e dor articular Fatores associados Edema de mãos e pés Aparecimento brusco de mão em garra e pé caído Edema de extremidades Irite, epistaxes, orquite, linfadenite Neurite. Comprometimento gradual dos troncos nervosos Hematologia Pode haver leucocitose Leucocitose, com desvio à esquerda, e aumento de imunoglobulinas Anemia Evolução ......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

...iver trabalhando a uma distância inferior a um metro (1 m) do paciente suspeito de infecção por Influenza A/H1N1. Os óculos devem ser exclusivos de cada profissional responsável pela assistência, devendo, após o uso, sofrer processo de limpeza com água e sabão/detergente e desinfecção. Sugere-se para a desinfecção álcool a 70% ou hipoclorito de sódio a 1% ou outro desinfetante recomendado pelo fa......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...om manifestações clínicas de síndrome gripal, sem complicações • Realizar avaliação clínica, confirmar o histórico de exposição e verificar a existência dos seguintes fatores de risco para complicações e óbito por influenza: idade menor que dois ou maior que 60 anos de idade; doença pulmonar ou cardíaca crônicas; insuficiência renal crônica, diabetes mellitus; hemoglobinopatias; gravidez e i......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Difteria

... Completar o esquema com a dT Vacinação completa Aplicar uma dose de DTP como reforço, se esta foi feita há mais de cinco anos Aplicar uma dose de dT como reforço, se a última dose foi aplicada há mais de 5 anos Coleta e remessa de material para exames (Anexo 2) • Deve-se retirar material das lesões existentes (ulcerações, criptas das amígdalas), exsudatos de orofaringe e de ......

Ver Índice

Página:  de 252

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A

Cnpj: 11.012.848/0001-57

info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.