FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Checklist Baseado Nas Recomendacoes da Oms Reduz a Morbidade e Mortalidade Pos Operatoria" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

21/01/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória

.... Os autores avaliaram a incidência de complicações e de mortalidade pós-operatórias em oito cidades de diferentes países, sendo que 3733 pacientes consecutivos foram avaliados prospectivamente antes da introdução deste checklist e 3955 pacientes consecutivos foram avaliados após a introdução do checklist. A tabela 1 contém os principais elementos do checklist. Tabela 1: Checklist......

Ver Índice

21/01/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória

... a introdução (p<0,001). Os autores concluem que este checklist, se aplicado em uma escala global, teria o potencial de prevenir um grande número de mortes e condições debilitantes. Aplicações para a Prática Clínica O estudo avaliou a incidência de mortalidade e complicações pós-operatórias antes e após uma intervenção, e este tipo de estudo está sujeito a viés, que ......

Ver Índice

08/06/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS – Perguntas e Respostas Gerais

...mo usando estimativas conservadoras, são de que 7 milhões de pacientes sofrem complicações após a cirurgia, sendo que metade dessas complicações seria evitável. 2. Como foi desenvolvido o checklist de verificação? O Checklist da Campanha da OMS “Cirurgia Segura Salva Vidas” foi criado por um grupo internacional de peritos reunidos pela OMS, com o objetivo de melhor......

Ver Índice

08/06/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS – Perguntas e Respostas Gerais

...e operam realizam essas verificações em todas as cirurgias, principalmente em cirurgias mais avançadas. Espera-se poder mostrar melhorias, tanto no processo como nos resultados dos cuidados cirúrgicos, através de hospitais piloto ligados à OMS para avaliar a Checklist. 4. Hospitais já não usam checklists? Muitos hospitais que já possuem controles locais, mas a sua......

Ver Índice

31/05/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução à Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...e a vigilância entre todos para aumentar a garantia de segurança para o paciente. A Abordagem da Campanha A campanha visa diminuir morbi-mortalidade relacionada a cirurgias de quatro formas: 1. Dando a médicos, administradores hospitalares e funcionários de saúde em geral informações sobre o papel de cada um e os padrões para uma cirurgia segura; 2. Definindo um conju......

Ver Índice

31/05/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução à Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...envolvidos variam de 3 a 16%, com uma mortalidade variando de 0,4 a 0,8%. Metade desses Eventos Adversos foi dada como evitável pelos estudos que levantaram essas estatísticas. Em países em desenvolvimento a mortalidade pós-operatória pode ser mais grave, variando de 5 a 10% em grandes cirurgias. Se assumirmos que a taxa global de eventos adversos peri-operatórios seja de 3% e a mort......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...ão, nota-se cada vez que o processo de decisão de forma isolada pode ser difícil em situações de alto risco. Em atividades humanas de alto risco como usinas nucleares ou na indústria da aviação, manuais de operação padronizados e programas de gerenciamento de risco reduzem a independência dos operadores. Isso não é algo negativo, pelo contrário, pois diminui a chance de erro em situações que podem......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...lto risco como usinas nucleares ou na indústria da aviação, manuais de operação padronizados e programas de gerenciamento de risco reduzem a independência dos operadores. Isso não é algo negativo, pelo contrário, pois diminui a chance de erro em situações que podem ser críticas nessas atividades. Outra forma de minimizar riscos com decisões isoladas é tornar o processo de decisão multiprofissional......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...ediátricos recebem até menos, apenas 47%. É difícil explicar porque isso ocorre, já que os próprios médicos reconhecem a necessidade de sistemas mais seguros. Muitas devem ser as causas envolvidas: falta de atualização, sensação de estar ferindo sua autonomia ao seguir um protocolo, ou mesmo a não adoção de práticas ainda pouco estudadas e pouco fundamentadas. Outro ponto crítico é a independênci......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A

Cnpj: 11.012.848/0001-57

info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.